Em Imperatriz, a saúde pública municipal não consegue ser transparente?

Na sessão da quarta-feira (27), um assunto provocou um rebuliço na câmara municipal,  debates acirrados e algumas trocas de farpas. Trata-se de um pedido formal via parlamento, de notas fiscais das compras de medicamentos direcionados ao HMI, feito pelo vereador Adhemar Freitas Jr (SDD),  tendo como base, as constantes denúncias de falta de medicamentos e insumos hospitalares.

Postar um comentário

0 Comentários