Presença


Desde o retorno aos trabalhos, o poder legislativo de Imperatriz, tem sido bastante frequentado, seja por interesses individuais e/ou coletivos; Mais notadamente os interesses coletivos, membros da sociedade civil organizada, organismos e organizações sociais, tem não só pontuado com suas presenças, mas, participado de forma ativa, tanto trazendo como sendo tema de debate, com vistas às melhorias na qualidade de vida. Temas como: Violência doméstica;Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes; A importância da interação entra a casa e seus representados (as), e a mais polêmica e duradoura das discussões, A Lei dos bares ou lei do Silêncio, esta já vem sendo objeto de análise desde 2004, passando por 2013 e agora, tende a se ajustar ou adequar à realidade atual. Questão de horário e de distinguir quem é que, tem travado o debate, membros da sociedade civil, sentaram com o prefeito, que a partir de então, optou por revogar uma portaria que segundo os contrários: Igrejas, MP e Moradores, privilegiou alguns dos seguimentos que atuam no terceiro turno (noite). O Presidente da Câmara, amparado na participação dos pares, decidiu retira de pauta, a lei em questão, com vistas à coleta de ideias e sugestões que lhes permitam ajustá-la de tal modo, que possa viabilizar e garantir a convivência social entre os três turnos que compõem o dia a dia de Imperatriz.
Esta é a casa do povo e, como tal, deve ouvir o povo, para melhor legislar, concluiu o presidente Jose Carlos - PTB/Itz.
Ah! enseje e acesse! https://www.sendspace.com/file/s7dr72

Postar um comentário

0 Comentários