Uma Pausa.



Ao concluir o 5° período da 17ª legislatura, a Câmara Municipal de Imperatriz, contabiliza resultados considerados positivos. Desde o início, diversos temas foram tratados, todos com exigências peculiares, audiências públicas, que versaram sobre, trânsito, infraestrutura, saúde, segurança pública, questão de saneamento básico, captação, tratamento e distribuição de água, educação e a importância das lideranças comunitárias, na percepção, discussão e resolução dos problemas e/ou demandas nas comunidades que compõe a cidade. Para o funcionalismo público municipal, o destaque foi para a aprovação, após, várias reuniões com representação sindical de cada setor, leitura na integra e exaustiva discussões, do Estatuto do Servidor. No transporte público, audiências públicas, apresentação de proposições tentaram encontrar soluções que viabilizam melhorias na prestação de serviços, discussão, votação e aprovação da lei que institui e/ou regulamenta o serviço de transporte público alternativo, o táxi compartilhado e/ou táxi-lotação como ficou conhecido. Particularmente, nesse período o parlamento foi realmente mais movimentado, sociedade civil organizada, ONG, e movimentos sociais diversos, pontuaram mais nas sessões, que também ganharam maior repercussão, além da cobertura pelas equipes de reportagens, coordenadas e as de produção independentes, as transmissão foi além de ONLINE, (internet) passou para a Frequência Modulada (FM) Rádio Comunitária Maranhão do Sul. "Essa casa, tem procurado cumprir com suas obrigações, se fazendo ponto de apoio, acolhimento e discussão das demandas advindas de todos os seguimentos da sociedade, aqui os 21 vereadores, cada um a seu modo, têm se desdobrado para corresponder aos anseios da população de Imperatriz, e nesse recesso, vão está fortalecendo seus vínculos com suas bases, para ao retornar ao exercício deste parlamento venham mais fortalecidos com o calor do povo" afirmou José Carlos Soares, Presidente. 

Postar um comentário

0 Comentários